A MÁGICA DA ARRUMAÇÃO

Publicado em de de

O livro A Mágica da Arrumação de Marie Kondo, compartilha dicas incríveis para quem tem mania de arrumação ou então só gosta de deixar tudo no seu devido lugar. Após um colapso nervoso, que a deixou inconsciente por duas horas, ela teve a grande visão de que devemos guardar apenas o que nos faz feliz. E a partir daí montou seus métodos de organização. Segue algumas dicas úteis para o dia a dia:

CONCEITO: APENAS O FUNDAMENTAL

Descartar tudo que é inútil.  Organizar a partir de categorias muito bem definidas. Segundo ela, organizar a casa faz bem inclusive para a alma! E focada nisso, criou dez mandamentos para seguirmos e mantermos tudo organizadíssimo.

1º – ARRUME TUDO DE UMA VEZ

É mais fácil deixar tudo limpo e organizado de uma vez do que organizar um cômodo hoje e outro amanhã, assim você não protela e perceberá que a missão foi cumprida.

2º – DESAPEGUE

Todos nós somos apegados a algo, mas esse costume muitas vezes aprisiona as pessoas, impedindo-as de agir com liberdade e abrindo espaços para o novo entrar.

3º – MANTENHA SOMENTE O QUE LHE TRAZ ALEGRIA

Quando for jogar algum objeto fora, pergunte a si mesmo: este objeto me traz felicidade? Se a resposta for sim deve mantê-lo para trazer essa sensação agradável toda vez que olhar para ele.

4º – CATEGORIZE

Organizar tudo na casa por categorias evita ter itens do mesmo tipo espalhados em vários cômodos. Assim mantém o controle, sabendo exatamente o que você tem, evitando pequenos focos de bagunça e facilitando na hora de organizar.

5º – TUDO ACESSÍVEL

Colocar tudo em pilhas não é a melhor opção. O ideal é ordenar como uma biblioteca, organizando tudo com lógica e de uma maneira que tudo fique visível e acessível.

6º – DEIXE O SENTIMENTO PARA O FINAL

Sabe aqueles objetos sentimentais que falamos anteriormente? Deixe-os para o final na hora da organização. Essa atitude evitará a perda de foco e você conseguirá fazer tudo muito mais rápido.

7º – PARENTES, PARENTES, DESAPEGOS À PARTE

É bom manter os parentes longe na hora de praticar o desapego. Ele pode tentar fazer mudar de ideia ou ainda pegar tudo o que você jogou fora e acumular na casa dele.

8º – SILÊNCIO: ORGANIZAÇÃO EM ANDAMENTO

Organizar é uma atividade que exige concentração, então devemos deixar de fora: música alta, TV e conversa. É permitido apenas ligar uma música amena em volume baixo.

9º – ADEUS CAIXAS ORGANIZADORAS

É ilusão pensar que caixas e sacos conseguirão organizar uma casa desorganizada. Eles podem inclusive virar uma nova bagunça, pois se você não sabe exatamente o que tem dentro, acontecerá como as pilhas: os objetos serão esquecidos, e na hora que forem procurados, uma nova bagunça será instaurada.

10º – ROTINA É TUDO!

Deixe tudo organizado! Assim, você evitará o desperdício de tempo na hora de reorganizar.

FINALIZANDO AS DICAS:

“A melhor maneira de descobrir do que você realmente precisa, é se livrar daquilo que você não precisa.” (Marie Kondo).

A MÁGICA DA ARRUMAÇÃO APLICADA  NOS AMBIENTES FINGER

– Cozinha

Seguindo os ensinamentos de Marie Kondo no projeto da cozinha, o foco foi a utilização de cada cantinho com o melhor aproveitamento possível. Por dentro dos móveis nos padrões Metall e Extrem Nimbus, os acessórios da Blum foram os destaques para categorizar os utensílios, facilitando o uso no dia a dia. Além dos acessórios para os gavetões, a disposição dos aéreos e as prateleiras internas também foram pensadas para manter tudo acessível, conforme outro ensinamento da criadora do “Efeito Kondo”.

– Dormitório

No dormitório, a ideia foi manter apenas o fundamental e com uma forma de organização bem visível. Sem caixas organizadoras ou itens que escondam os pertences, o closet faz parte do ambiente do dormitório e é todo aberto, deixando fácil a utilização. Para setorizar a parte dos calçados, a sapateira ficou no móvel abaixo da televisão, próximo também à porta de saída, no melhor local para facilitar o momento de calçar e guardar. Os padrões Sisal e Corten foram os utilizados neste projeto, personalizando o ambiente com um toque neutro e a força do aço envelhecido.

Do livro: A Mágica da Arrumação de Marie Kondo

Contribuição: Studio Menin

Para acessar este arquivo, deixe aqui o seu nome e o seu e-mail. Nós te avisaremos sempre que houver alguma novidade.